quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Amiga

Sei que enxergaria o mundo mais bonito
Se visse com seus olhos
Sei que o mundo seria mais bonito
Se eu sorrisse o seu sorriso
Mas prefiro ter meus olhos
Para poder te enxergar
E prefiro sorrir meu sorriso
Para tentar te consolar
Quando a gente perde uma pessoa que ama
A gente encontra 68 dispostas que nos consolam
E que não imaginávamos nos amar
Você é amada profundamente
E muitos de nós morreríamos, evidentemente 
para te ver bem 
Se te faltar, pode contar com a minha vida
Pois é isso que a gente faz
Por uma amiga!

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Campos do Paraíso

Abro meus olhos
E me encontro
Em um ambiente
Cheio de pureza

Abro meus olhos
E me aceito
Com cabelo natural
Sem maquiagens

E minha aparência
Não me assusta mais

Abro meus olhos
E tiro os sapatos
E piso descalço
Em terra fofa

A grama cheira a orvalho
E as flores são de alegria invejável
E o vento me abraça
E acaricia minha face
E espalha meus cabelos
Em travessura

Cheiro de infância
Cheiro de pureza
Rios de prata
Bosques e lagos
Vozes amigas

Balanços de madeira
Construções ao longe
Reencontros

Cuidado de mãe
Proteção de pai

Sonho atado à vida
Sonho realizado em vida

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Infortúnio

Deixe de orgulho
E volte para mim
Não jogue seu futuro
Não acredite no seu fim
Havia tanta vida em você
Bem lá no fundo podias ver
Você soube
Que eu o amei
Mas mesmo assim morreu
E eu fiquei
Deixe de orgulho, abra os olhos,
E eu o perdoarei
Se não, logo é eu
De tanta dor
que morrerei

domingo, 19 de outubro de 2014

Coisas do Coração

Ele a olhou docemente
como quem a amasse
E ela teve que lutar contra o impulso
de alcançar suas mãos
Que pareciam tão macias,
quentes,
fortes.
E quando ele falava, seus olhos brilhavam,
tão docemente derramavam
Fogo e luz do coração
Seus elogios, calaram fundo em seu coração
Ela não sabia o que fazer
Ela apenas o olhava, sem reação
Enquanto suas palavras escorriam docemente de seus lábios
Aquela sensação foi melhor que um abraço,
Mais intenso do que um beijo,
Mais profundo do que um suspiro
Tão terno quanto o amor
E ela sentiu tudo isso calada
Disfarçando com um sorriso
Disparando em palavras
Para ele não perceber
Que ela morreria por sua atenção
Coisas do coração...