sábado, 27 de abril de 2013

Chorando Pra Lua


De olhos triste
E sem esperança
Eu penso aonde deixei meu coração
Este vento frio
Que assombra meus pensamentos
Me atormenta 
Aonde está o medo
E a coragem
Não há nenhum dos dois
Entorpecida
Sigo em frente sem olhar
Para trás
para tentar encontrar meu coração
Que ficou em algum lugar
E me pergunto que gosto deve ter
Em ser amada de verdade
Aonde o egoísmo realmente não vive ?
Olho para mim e pareço vazia e triste
Aonde foi que me esqueci?
Será que alguém me encontrou
Será que alguém realmente me amou?
Será que existem sentimentos sem interesses?
A melancolia que me atinge
É tão amarga
É tão cruel
É tão severa
Toda vez que olho
Em seus olhos pareço amar
Toda vez que ouço sua canção
Meu coração
Bate no mesmo ritmo que o seu
Não sei se ao menos se lembra
Que existe um alguém que se conforta
Em ti
E o sonho
Tornou-se apenas um disfarce
Para um sorrir
O que se está a buscar
Além de coisas para se distrair?
E toda vez que eu lembro
De  amigos eu tremo
Porque se foram
E demoram a retornar?
Porque vivo a me apegar?
e tudo é tão vazio como vento
Esse frio vento que está a me
Acariciar...

terça-feira, 16 de abril de 2013

Pobre Menino





Pobre menino
Dos pés descalços
Da barriga vazia
Que no asfalto
inventava seu mundinho de fantasia...
Pobre menino
Apaixonado
Tão carente
Tão largado
Pobre do amiguinho
tão companheiro
Tão faminto
Tão arteiro
Tão bonito
Cresceu
Trabalhou
Guardou dinheiro
Amadureceu
Pobre menino
Que em ti vivia
Tão solitário
tão contrário
De seus irmãos
de mente vazia...
pobre menino
que de bondoso
com todos carinhoso
cometeu, a unica das descortesias
A de morrer,
deixando lição
deixando saudade
deixando amor
deixando vontade
deixando planos
deixando caridade
deixando lição de vida
deixando lição de verdade!