quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Pobre Mendigo!


Olha só para aquilo!
Pobre mendigo, vem pelas ruas
Nem sequer reparou a luz da lua
Nem se quer tem um abrigo!
Pobre mendigo de sentimentos, o que fará?
Suas roupas e seu coração feitos de retalhos,
Sua panela de comida
Está vazia, quem o sustentará?
Vem mendigando um sorriso
Vem mendigando atenção!
Quem confortará seu coração?
Pobre mendigo!
Nas ruas sem as atenções
Nas ruas escuras desses corações
A tristeza mendigando um sorriso
Na esperança de amor refugiando-se 
Fazendo-o de abrigo...
Pobre mendigo!
Está seguindo a luz da lua
Vai-se sumindo pela rua
Mendigando um sorriso
Pobre mendigo!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Meu Lugar




Não quero saber das ironias de Quintana,
Não por hoje
Nem das melancolias de Keats
Nem do romantismo de Shakespeare
Ou mesmo das sabedorias de Chaplin
Não quero os uniformes reluzentes
Nem os saltos charmosos
Chega de cara rebocada
Cílios postiços e cabelos lambido
Quero é vestido de praia
Flor no cabelo
Pés descalços na areia
Braços abertos contra o vento
A sentir o abraço da natureza
Quero ouvir as melodias dos pássaros
A poesia das estrelas
Quero ficar um pouco sozinha
Só eu e as montanhas,
E o cheiro do mato molhado
E o designer das borboletas
E as arquiteturas dos cânions
E a engenharia dos corais
Quero me contagiar
com a alegria das flores
Quero estar em meio a paz
Que o natural nos oferece
Pois é ali o meu lugar!

sábado, 19 de janeiro de 2013

Como Diz O Poeta, "Não Existe Tempo Na Poesia"


Como diz o poeta, não existe tempo na poesia
Sempre voltamos a viver
quando alguém nos lê.
Ah, admirado poeta, assim serás eterno
Cada vez que nos convida a uma valsa entre as letras e versos
Ah poeta eterno, em meu coração vive uma bailarina
Que dança a cada escrito
Invejaria Keats viver, como tu tens vivido
A arte, o poema, o natural jeito de ser
Eternizando assim em escritos, o seu viver...
E mesmo que não haja,
Um amor que te encoraja
Seu eterno romance está nos versos
Sendo o teu mais grandioso universo
Fazendo assim a criança que em mim há
Deslumbrada, sempre o admirar!
E no dia no qual pude o ler
Meus olhos mal podiam acreditar
Tu conseguistes fazer
Poetas outrora mortos, em seus escritos habitar!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Amigo Confidente





Conte-me suas dores
Elas parecerão bem pequenas depois...
Me descreva seus medos
Eles perderão a importância
Porque temos pouco a nos preocupar
Quando encontramos um ouvido atento...

Amigo Confidente


Aos Mestres

Este texto é dedicado aos mestres que nos ensinaram uma profissão.
Dedicado aos Professores Dr. Jaquiel Fernandes, Marinei Pacheco, Michele Patrícia e aos Técnicos em Radiologia
Willian Nascimento e Heliomar.


Não sabemos o que pudemos lhes oferecer
Mas os senhores nos fizeram acreditar nas pessoas
E no sentimento humano

Obrigado por mostrarem o caminho
Obrigada por nos ensinarem com carinho

A técnica a gente aprende na teoria
A habilidade adquirimos com a experiência
Mas o Humanismo a gente aprende com gente
Mas com gente de verdade

Gente que goste de gente
Gente que gosta da gente!

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Nicole


Seu dia especial se aproxima
E seu pai nem está lá para desejar tudo de bom
E te oferecer aquele abraço que sempre faltou
Desde o dia de sua ausência...
E nem isso foi capaz de sensibilizá-los.
Sua mãe em crises tão complexas
Os seus em volta com criticas infundadas
E a dor que sente a motiva ficar calada
Pois qualquer palavras pronunciada poderia se converter em lágrimas
E nem isso foi capaz de sensibilizá-los...
Eu gostaria de morar perto
Para ser um abraço consolador
Ou uma palavra amiga
Não posso trazer seu pai de volta
Nem posso curar as crises de sua mãe
Não posso sensibilizar as pessoas que te ignoram
Que te criticam, que te ferem por negar um sorriso,
Mas posso amá-la como amiga, irmã
Posso influenciar outros ao mesmo
Afinal, temos grande poder de influencia, mas muitas vezes são usados esse poder
para o mal...
E vamos juntar todos que te prezam assim como eu, e te rodearemos
E lutaremos juntos pela sua força
Até que os de mais vejam como estiveram errado ao achar que a dor em seu coração
Fosse arrogância...
Como difere uma coisa da outra!
Mas, amiga, você não está só, e é em momentos dolorosos que se revelam
Os que sinceramente se preocupam com você!
Logo após a curva, você dará de frente com a felicidade, e quanto a nós,
Nós estamos aqui, na torcida por você, e lembre,
Não se isole, porque ninguém é tão bom
Quanto todos nós juntos!